Notícia com credibilidade é na Top!

Terça-feira, 23 de julho de 2024
informe o texto

Notícias

Confresa

Dados

Dengue em Confresa: em cinco meses, 2024 já teve equivalente a 88% de casos registrados em relação a 2023

Durante o ano de 2023, foram registrados 512 casos, contra 451 no período de janeiro a maio de 2024

Redação

06/06/2024 - 08:48

O número de casos registrados de dengue no município de Confresa em 2024 atingiu um patamar alarmante: em apenas cinco meses já foram registrados 88% de atendimentos de pacientes com a virose em relação com o período do ano de 2023 inteiro.  

O Governo de Confresa tem tomado todas as medidas cabíveis para o combate contra as doenças causadas pelo Aedes aegypti, mas é imprescindível a participação de toda a sociedade nas medidas de enfrentamento ao mosquito-da-dengue. A ministra de Saúde, Nísia Trindade, afirma que 75% dos focos de dengue estão nas casas: “Vamos olhar cada pneu, vaso, caixa d’água destampada. Sabemos o que tem que ser feito, sejamos pessoas comprometidas”, disse ela. 

Segundo os dados disponibilizados pela Secretaria Municipal de Saúde de Confresa, a quantidade de atendimentos registrados para pacientes com a dengue nos anos anteriores é a seguinte: 583 casos no ano de 2021, 621 casos em 2022, 512 em 2023, e 451 no período de janeiro a maio de 2024. 

Fazendo uma média entre os 12 meses do ano e colocando em porcentagem, a média estimada representaria um aumento de 10,31% em relação à média dos anos anteriores; mas é impreciso tentar estimar a expectativa de casos da doença, uma vez que há fatores específicos que contribuem para os surtos da doença, como o verão, períodos pós-chuva, variações regionais e o próprio cuidado da população para evitar que o mosquito se prolifere.  

A dengue é uma doença viral transmitida principalmente pela picada do mosquito Aedes aegypti infectado. Os sintomas da dengue incluem febre alta, dores de cabeça, dores musculares e articulares, erupções cutâneas e, em casos graves, sangramento, choque e até mesmo morte. Não há tratamento específico para a dengue, apenas tratamento sintomático. A prevenção da dengue envolve o controle do mosquito vetor e medidas para reduzir a exposição às picadas, como a eliminação de recipientes que acumulam água parada. 

Ao sentir os sintomas da dengue, o paciente deve procurar atendimento médico imediatamente para avaliação e tratamento adequados. É importante descansar, manter-se hidratado e tomar medicamentos para aliviar os sintomas, como paracetamol, evitando o uso de anti-inflamatórios e aspirina, que podem aumentar o risco de complicações. Medidas para evitar picadas de mosquitos, como o uso de repelentes e roupas protetoras, também são essenciais para prevenir a propagação da doença.
 
Sitevip Internet
Fale conosco via WhatsApp